Concerto no Mosteiro (Vinhedo/SP, 04/06/16)

vinhedo Concerto no Mosteiro (Vinhedo/SP, 04/06/16)

PROGRAMA

John Dowland (1563-1626): Come again / If my complaints could passions move / Flow my tears

Thomas Morley (1557-1602): It was a lover and his lass

Manuel de Falla (1876-1946): Siete Canciones Populares Españolas

Mauro Giuliani (1781-1829): Grand Overture, op. 61

Heitor Villa-Lobos (1887-1959): Estudos nº. 8 / 7

Mario Castelnuovo-Tedesco (1895-1968): Romancero Gitano, op. 152

Recital – Bruno Madeira (São José dos Campos, 26/07/15)

bruno madeira recital são josé dos campos Recital   Bruno Madeira (São José dos Campos, 26/07/15)

O premiado violonista Bruno Madeira apresenta peças do repertório latino-americano para violão solo, mostrando a rica produção musical de compositores da Argentina, Brasil, Colômbia, Cuba, México e Uruguai. O programa inclui obras de Astor Piazzolla, Heitor Villa-Lobos, Gentil Montaña, Leo Brouwer, Manuel Ponce e Abel Carlevaro, autores que enfatizaram o papel de elementos da cultura de seus países para criar uma importante fatia do repertório violonístico dos séculos XX e XXI.

O recital encerra o 2º Festival Villa-Lobos de Inverno de São José dos Campos, organizado pela Faculdade Villa-Lobos do Cone Leste Paulista.

Repertório
Abel Carlevaro: Prelúdio Americano nº. 5 – Tamboriles
Leo Brouwer: La Ciudad de las Columnas
Gentil Montaña: Suíte Colombiana nº. 2
Heitor Villa-Lobos: Prelúdios nº. 4 e 2
Astor Piazzolla: Primavera Porteña
Manuel Ponce: Sonatina Meridional

Música latino-americana para violão solo – Bruno Madeira
Local: Auditório da Faculdade Villa-Lobos
Rua Francisco José Longo, 460 (acesso pela Rua Helena David Neme, 221)
São José dos Campos/SP
Data e horário: 26 de julho de 2015, 20h
Entrada franca

Recital – Bruno Madeira (Curitiba, 17/03)

Gostaria de convidá-los para meu próximo recital, que será realizado em Curitiba/PR no dia 17/03 (terça-feira).

recital bruno madeira curitiba Recital   Bruno Madeira (Curitiba, 17/03)

 

O título do recital, “Nosso norte é o Sul”, remete à frase do artista plástico uruguaio Joaquín Torres García (1874-1949). Defensor da construção de uma arte própria da América do Sul, Torres García desenhou um mapa da região com os polos invertidos, com o sul apontado para cima, simbolizando a valorização e desenvolvimento da cultura meridional, oposta à dependência e imitação do que acontece no norte. Segundo o artista, é necessário deixar os autores e professores que nada podem dizer daquilo que devemos descobrir em nós mesmos.

O recital traz obras representativas de cinco países latino-americanos – Argentina, Brasil, Colômbia, Cuba e México. O programa se inicia com La Ciudad de las Columnas, ambicioso tema com variações composto em 2004 a partir da famosa Pieza sin título nº. 1, uma das primeiras composições do cubano Leo Brouwer (1939-). Trata-se de uma peça ainda pouquíssimo executada, cada movimento refletindo pontos marcantes de um passeio pela capital cubana, a cidade das colunas. Em seguida, é apresentada a Suíte Colombiana nº. 2, do colombiano Gentil Montaña (1942-2011), em quatro movimentos compostos a partir de ritmos de danças típicas de seu país. Do brasileiro Heitor Villa-Lobos (1887-1959) são apresentados dois Prelúdios, que remetem às influências dos índios e do choro na construção da identidade da música brasileira. O programa segue com Primavera Porteña, evocando a atmosfera de Buenos Aires no estilo característico do mais emblemático compositor argentino, Astor Piazzolla (1921-1992). A última obra apresentada é a Sonatina Meridional, de Manuel Ponce (1882-1948). Em três movimentos, a sonatina expõe a maestria do compositor mexicano em uma das peças “Segovianas”, em referência ao repertório interpretado e muitas vezes comissionado pelo grande virtuoso espanhol Andrés Segovia (1893-1987).

Recital: “Nosso norte é o Sul” – Música latino-americana para violão solo
Dia 17 de março de 2015, às 19:30
Local: Museu Guido Viaro. Rua XV de Novembro, 1348, Centro.
Entrada: R$ 10,00 e R$ 5,00 (meia)