A reflexão deve ser uma parte regular da rotina de estudos?

(Texto original do Dr.  Noa Kageyama – Why a Little Reflection Should Be a Regular Part of Your Practice Routine. Tradução: Bruno Madeira)

músicodescansa

Uma parte de mim sempre apreciou a mentalidade do “no pain, no gain”. Aquela atitude de “dar 110%”, e a ideia de que se você não está ativamente engajado em uma atividade que exige esforço, nada acontece.

Mas eu viria a perceber que os ganhos não acontecem sempre quando nós estamos no decorrer de uma atividade. Eu aprendi, por exemplo, que o crescimento muscular não acontece durante o exercício, mas entre exercícios, quando nós estamos no modo de recuperação – daí a importância da nutrição e sono adequados para ajudar nosso corpo a se recuperar (numa nota paralela, não é curioso como nós precisamos de desculpas para justificar mais horas de sono?).

E como se pode perceber, o aprendizado também pode ser melhorado pelo tipo certo de descanso. No qual ao invés de se sentir culpado em relação a pausas e tempo longe do instrumento, ele pode ser uma parte integral de maximizar o aprendizado que ocorre nas sessões de estudo, assim como o momento entre aulas e performances.

Mas é importante notar que nem todo descanso é feito da mesma forma. Existe uma atividade em particular que nós podemos nos engajar durante nossos períodos de descanso que aparentemente nos ajuda a aprender mais efetivamente – e pode até fazer nossa próxima sessão de estudo mais produtiva.

Continue lendo

Concerto em Florianópolis

Olá pessoal,

Divulgo aqui e convido a todos para o concerto que os professores do Depto. de Música da UDESC darão nessa quinta-feira, no SESC Prainha em Florianópolis.

Concerto de Professores do Departamento de Música – CEART/UDESC
Quando: 13 de outubro de 2011, às 20h
Local: Teatro do SESC – Travessa Syriaco Anterino – Prainha, Florianópolis
Ingressos: R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia)

Professores Alícia Cupani (soprano), Bernardete Póvoas (piano), Bruno Madeira (violão), Guilherme Sauerbronn (piano), João Titton (violino) e Luiz Mantovani (violão). Participação especial de Ana Clavijo (violoncelo).

http://www.ceart.udesc.br/Eventos/2011-10-07_concerto_professores_dmu.php

Abraços,
Bruno

Recital – Bruno Madeira

recital de violão erudito
BRUNO MADEIRA

brunomadeira.JPG

Data e horário: 21/08/10 (sábado), 11h
Local: Conservatório Carlos Gomes
R. Dr. Hermas Braga, 841 – Nova Campinas
Campinas-SP
Entrada franca

Informações: (19) 3253-0375


PROGRAMA

Johann Sebastian BACH (1685-1750)
II – Fuga (da
Suíte nº. 2 para Alaúde – BWV 997)

Fernando SOR (1778-1839)
Grande Sonata op. 22
I – Allegro, II – Adagio, III – Minuetto-Allegro, IV – Rondó-Allegretto

Heitor VILLA-LOBOS (1887-1959): Estudo nº. 5
Radamés GNATTALI (1906-1988): Estudo nº. 9

Manuel PONCE (1882-1948)
Sonatina Meridional
I – Campo, II – Copla, III – Fiesta

Leo BROUWER (1939-)
Elogio de la Danza
I – Lento, II – Obstinato


Bruno Madeira nasceu em Florianópolis/SC e quando criança teve seu contato inicial com a música em aulas de piano, flauta e trompete. Os estudos de violão começaram na adolescência, primeiramente com a orientação de professores locais e posteriormente de forma autodidata.

De 2006 a 2009 cursou o bacharelado em Música na UNICAMP, sob orientação de Fabio Scarduelli. Desenvolveu o projeto Interpretação da Música do Classicismo no Violão, que foi publicado nos anais do III Simpósio Acadêmico de Violão da EMBAP e do IX Congresso de Iniciação Científica do SEMESP. Participou de festivais de música em Tatuí, Suzano, Itajaí e Mogi das Cruzes, e foi bolsista do 41º Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão. Tocou nas masterclasses de importantes violonistas como Mário da Silva, Paulo Martelli e Fábio Zanon (Brasil), Pablo Marfil (Argentina), José Manuel Dapena (Espanha), Petri Kumela (Finlândia), José Antonio Escobar (Chile) e Zoran Dukic (Croácia).

Realizou diversos concertos nos estados de São Paulo, Santa Catarina e Paraná, com destaque para as participações no II Seminário de Violão de Itajaí, III Simpósio de Violão da Escola de Música e Belas Artes do Paraná e IX Mostra de Cordas Dedilhadas. Como professor de violão e teoria musical atuou no Instituto de Música Canto e Arte de Itajaí (SC) e no Projeto Allegro (Campinas-SP). Atualmente, além de dar aulas particulares, leciona no Curso de Extensão em Música da Arquidiocese de Campinas, na Fundação Jürgensen e no Colégio Asther, todos em Campinas.

Vídeos – Bruno Madeira

LEO BROUWER
Elogio de la Danza
I – Lento
II – Obstinato

Intérprete: Bruno Madeira

Gravação realizada no dia 07/08/2010
IX Mostra de Cordas Dedilhadas
Livraria Cultura do Shopping Villa-Lobos
São Paulo – SP

RADAMÉS GNATTALI
Estudo no. 9

Intérprete: Bruno Madeira

Gravação realizada no dia 07/08/2010
IX Mostra de Cordas Dedilhadas
Livraria Cultura do Shopping Villa-Lobos
São Paulo – SP

Curso de férias – HARMONIA

VOCÊ SABE TIRAR MÚSICAS DE OUVIDO?
VOCÊ JÁ SENTIU QUE FALTA ALGUM ACORDE EM UMA MÚSICA, MAS NÃO SABE QUAL?
VOCÊ QUER TOCAR O ACOMPANHAMENTO DE SUAS MÚSICAS DE UMA MANEIRA MAIS RICA E COMPLETA?

CURSO DE FÉRIAS
HARMONIA

Professor responsável: Bruno Madeira (bacharel em Música pela UNICAMP)
Datas e horário: 5 a 8 de julho de 2010, das 19h às 22h
Local: Colégio Pio XII – Rua Boaventura do Amaral, 354
Público-alvo: O curso é destinado principalmente a músicos de instrumentos cuja função central é o acompanhamento, porém interessados em conhecer aspectos harmônicos da música em geral também poderão aproveitá-lo.
Pré-requisitos: conhecimento básico de teoria musical.
Taxa de inscrição: R$50 (pagamento no primeiro dia de curso)
Informações e pré-inscrição: harmonia@brunomadeira.com
(19) 3307-1499

Ementa: O curso abordará aspectos teóricos e exercícios práticos em relação à harmonia, focando o reconhecimento e identificação de movimentos harmônicos simples. Ao final do curso o aluno terá o embasamento teórico e noções práticas para tirar músicas de ouvido e simplificar ou incrementar a harmonia de uma composição.

Objetivos:

  • Identificar movimentos e funções harmônicas primárias;
  • Compreender a estrutura harmônica de uma obra para conseguir simplificá-la ou re-harmonizá-la quando necessário;
  • Formar acordes (tríades, tétrades e notas acrescentadas), escalas e campos harmônicos.

Conteúdo programático:

  • Escala cromática
  • Escalas diatônicas
  • Intervalos
  • Construção de acordes
  • Harmonização de escalas – campo harmônico
  • Harmonia funcional
    • Funções básicas
    • Funções nas escalas maiores e menores
  • Exercícios práticos de percepção harmônica
  • Re-harmonização
    • Cadências
    • Substituições
  • Simplificação harmônica

Recital de Formatura – Bruno Madeira

Olá a todos,

Estou me formando em Música pela UNICAMP e gostaria de convidá-los para meu recital de formatura. Peço também para que divulguem o evento a quem interessar possa.

Local: Auditório do Instituto de Artes – UNICAMP
Rua Elis Regina, 50 – Cidade Universitária Zeferino Vaz
Barão Geraldo – Campinas/SP
Data e horário: 18/12/2009 (sexta-feira), 19h30
Entrada franca

Bruno Madeira

No programa:

J. S. Bach: Suíte no. 2 para Alaúde [BWV 997]
Prelúdio
Fuga

F. Sor: Grande Sonata op. 22
Allegro
Adagio
Menuetto-Trio
Rondó-Allegretto

M. Ponce: Sonatina Meridional
Campo
Copla
Fiesta

L. Brouwer: Elogio de la Danza
Lento
Obstinato

Recital de Formatura - Bruno Madeira