Recital – Bruno Madeira (São José dos Campos, 26/07/15)

bruno madeira recital são josé dos campos Recital   Bruno Madeira (São José dos Campos, 26/07/15)

O premiado violonista Bruno Madeira apresenta peças do repertório latino-americano para violão solo, mostrando a rica produção musical de compositores da Argentina, Brasil, Colômbia, Cuba, México e Uruguai. O programa inclui obras de Astor Piazzolla, Heitor Villa-Lobos, Gentil Montaña, Leo Brouwer, Manuel Ponce e Abel Carlevaro, autores que enfatizaram o papel de elementos da cultura de seus países para criar uma importante fatia do repertório violonístico dos séculos XX e XXI.

O recital encerra o 2º Festival Villa-Lobos de Inverno de São José dos Campos, organizado pela Faculdade Villa-Lobos do Cone Leste Paulista.

Repertório
Abel Carlevaro: Prelúdio Americano nº. 5 – Tamboriles
Leo Brouwer: La Ciudad de las Columnas
Gentil Montaña: Suíte Colombiana nº. 2
Heitor Villa-Lobos: Prelúdios nº. 4 e 2
Astor Piazzolla: Primavera Porteña
Manuel Ponce: Sonatina Meridional

Música latino-americana para violão solo – Bruno Madeira
Local: Auditório da Faculdade Villa-Lobos
Rua Francisco José Longo, 460 (acesso pela Rua Helena David Neme, 221)
São José dos Campos/SP
Data e horário: 26 de julho de 2015, 20h
Entrada franca

Recital – Bruno Madeira (Curitiba, 17/03)

Gostaria de convidá-los para meu próximo recital, que será realizado em Curitiba/PR no dia 17/03 (terça-feira).

recital bruno madeira curitiba Recital   Bruno Madeira (Curitiba, 17/03)

 

O título do recital, “Nosso norte é o Sul”, remete à frase do artista plástico uruguaio Joaquín Torres García (1874-1949). Defensor da construção de uma arte própria da América do Sul, Torres García desenhou um mapa da região com os polos invertidos, com o sul apontado para cima, simbolizando a valorização e desenvolvimento da cultura meridional, oposta à dependência e imitação do que acontece no norte. Segundo o artista, é necessário deixar os autores e professores que nada podem dizer daquilo que devemos descobrir em nós mesmos.

O recital traz obras representativas de cinco países latino-americanos – Argentina, Brasil, Colômbia, Cuba e México. O programa se inicia com La Ciudad de las Columnas, ambicioso tema com variações composto em 2004 a partir da famosa Pieza sin título nº. 1, uma das primeiras composições do cubano Leo Brouwer (1939-). Trata-se de uma peça ainda pouquíssimo executada, cada movimento refletindo pontos marcantes de um passeio pela capital cubana, a cidade das colunas. Em seguida, é apresentada a Suíte Colombiana nº. 2, do colombiano Gentil Montaña (1942-2011), em quatro movimentos compostos a partir de ritmos de danças típicas de seu país. Do brasileiro Heitor Villa-Lobos (1887-1959) são apresentados dois Prelúdios, que remetem às influências dos índios e do choro na construção da identidade da música brasileira. O programa segue com Primavera Porteña, evocando a atmosfera de Buenos Aires no estilo característico do mais emblemático compositor argentino, Astor Piazzolla (1921-1992). A última obra apresentada é a Sonatina Meridional, de Manuel Ponce (1882-1948). Em três movimentos, a sonatina expõe a maestria do compositor mexicano em uma das peças “Segovianas”, em referência ao repertório interpretado e muitas vezes comissionado pelo grande virtuoso espanhol Andrés Segovia (1893-1987).

Recital: “Nosso norte é o Sul” – Música latino-americana para violão solo
Dia 17 de março de 2015, às 19:30
Local: Museu Guido Viaro. Rua XV de Novembro, 1348, Centro.
Entrada: R$ 10,00 e R$ 5,00 (meia)

Estreia do recital: “Nosso norte é o Sul”

Olá pessoal,

Gostaria de convidá-los para o recital “Nosso norte é o Sul – Música latino-americana para violão solo”, que farei na Escola de Artes Fêgo Camargo, em Taubaté, no dia 18 de novembro.

Apresentarei um programa novo, que traz obras representativas de quatro países latino-americanos – Argentina, Cuba, Colômbia e México. Primavera Porteña abre o programa, evocando a atmosfera de Buenos Aires no estilo característico do mais emblemático compositor argentino. Logo após, é apresentada La Ciudad de las Columnas, ambicioso tema com variações composto em 2004 a partir da famosa Pieza sin título nº. 1, uma das primeiras composições do cubano Leo Brouwer (1939-). Trata-se de uma peça ainda pouquíssimo executada, cada movimento refletindo pontos marcantes de um passeio pela capital cubana, a cidade das colunas. Do colombiano Gentil Montaña (1942-2011) é apresentada a Suíte Colombiana nº. 2, em quatro movimentos compostos a partir de ritmos de danças típicas de seu país. A última obra apresentada é a Sonatina Meridional, de Manuel Ponce (1882-1948). Em três movimentos, a sonatina expõe a maestria do compositor mexicano em uma das peças “Segovianas”, em referência ao repertório interpretado e muitas vezes comissionado pelo grande virtuoso espanhol Andrés Segovia (1893-1987).

Escrevi um pouco sobre o título do programa e o repertório, confira:

América do Sul de cabeça para baixo?http://brunomadeira.com/america-do-sul-de-cabeca-para-baixo/

Um passeio por Havana: La Ciudad de las Columnashttp://brunomadeira.com/um-passeio-por-havana-la-ciudad-de-las-columnas/

Dançando na Colômbia: Suíte Colombiana nº. 2http://brunomadeira.com/dancando-na-colombia-suite-colombiana-no-2/

Sonatina Meridional, de Manuel Poncehttp://brunomadeira.com/sonatina-meridional-de-manuel-ponce/

recital brunomadeira1 718x1024 Estreia do recital: Nosso norte é o Sul