Arquivos da categoria: Gravações

Áudio – Bruno Madeira (parte III)

As duas últimas peças que faltavam para completar a postagem do meu recital completo – de Manuel Ponce, o primeiro movimento da Sonatina Meridional (Campo) e o Prelúdio da Suíte nº. 2 para Alaúde [BWV 997] de Johann Sebastian Bach.

Peço desculpas mais uma vez pela qualidade de gravação, e pelo começo do Prelúdio do Bach, que está cortado.

Título: Campo, da Sonatina Meridional
Compositor: Manuel Ponce
Intérprete: Bruno Madeira


DOWNLOAD DO MP3

Tamanho: 667kb

Título: Prelúdio, da Suíte nº. 2 para Alaúde [BWV 997]
Compositor: Johann Sebastian Bach
Intérprete: Bruno Madeira

DOWNLOAD DO MP3
Tamanho: 572kb

Clique com a tecla direita no link e em “Salvar link como…” caso haja problema com o download diretamente.

Áudio – Bruno Madeira (parte II)

Mais duas das peças que apresentei no recital do dia 17/08/07 na Escola de Artes Pró Música. A gravação foi feita com um aparelho de mp3, então perdoem-me a qualidade.

Título: Fantasia 40
Compositor: Francisco da Milano
Intérprete: Bruno Madeira

DOWNLOAD DO MP3
Tamanho: 73,4kb

Título: Prelúdio no. 3
Compositor: Heitor Villa-Lobos
Intérprete: Bruno Madeira

DOWNLOAD DO MP3
Tamanho: 219kb

Clique com a tecla direita no link e em “Salvar link como…” caso haja problema com o download diretamente.

Áudio – Bruno Madeira

Aqui está a terceira peça gravada no recital do dia 17/08/07, na Escola de Artes Pró Música. A qualidade da gravação é baixa, mas dá para ter uma idéia geral de como foi.

Título: En los Trigales
Compositor: Joaquin Rodrigo
Intérprete: Bruno Madeira

DOWNLOAD DO MP3
Tamanho: 248kb

Clique com a tecla direita no link e em “Salvar link como…” caso haja problema com o download diretamente.

70 anos de Baden Powell

David da Silva, leitor do Canto do Violonista, me lembrou que hoje é o aniversário do nascimento de um grande músico brasileiro, importantíssimo no cenário do violão – Baden Powell de Aquino.

baden powell 70 anos de Baden Powell

Baden Powell nasceu em 6 de agosto de 1937. Filho de Dona Adelina e do violinista Lino de Aquino, que deu-lhe esse nome por ser fã do criador do Escotismo, o general britânico Robert Stephenson Smyth Baden-Powell. É pai do pianista e tecladista Phillipe Baden Powell e do violonista Louis Marcel Powell (ambos nascidos na França).

Tinha uma maneira única de tocar violão, incorporando elementos virtuosísticos da técnica clássica e suíngue e harmonia populares. Ele explorou de maneira radical os limites do instrumento, o que o transformou em uma rara estrela nacional da área com trânsito internacional.

Conheceu Vinicius de Moraes em 1962, formando uma parceria musical, criando músicas como o Samba da Bênção, Samba em Prelúdio, Deixa e Canto de Ossanha.

Teve músicas gravadas por Beth Carvalho (Samba do Perdão, parceria com Paulo César Pinheiro), Elis Regina (Samba do Perdão, Quaquaraquaquá, Aviso aos Navegantes, todas em parceria com Paulo César Pinheiro), Elizeth Cardoso (Valsa do amor que não vem, com Vinícius de Moraes).